Bebê de 5 meses sofre com rara doença que transforma corpo em pedra e pais desabafam: 'Absolutamente doloroso'

Uma criança de apenas 5 meses de idade sofre de uma rara doença que transforma o corpo em “pedra”. De acordo com o site Metrópoles, Lexi Robins possui FOP, abreviação para Fibrodisplasia Ossificante Progressiva. A rara patologia faz com que músculos, tendões e ligamentos sejam substituídos por ossos, dificultando a movimentação do paciente progressivamente.

Os pais da pequena Lexi resolveram compartilhar a rara condição da filha para que mais pessoas nesta condição se sintam apoiadas, e também para que pesquisas sobre a doença sejam financiadas através de doações. De acordo com especialistas, com o passar do tempo, a doença transforma o corpo do “paciente” em pedra, devido à paralisia total.

A bebê de 5 meses de idade nasceu no fim de junho deste ano. Os pais de Lexi notaram que havia algo de errado com a filha quando perceberam que ela praticamente não movimentava os membros inferiores. Um médico especialista foi procurado, e, após uma investigação genômica, a doença foi descoberta.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Alex, pai da menina, afirmou que passou a divulgar o caso da filha para ajudar a uma instituição de caridade que colhe recursos para pesquisas sobre a FOP. “Esse é o nosso objetivo, ajudá-los a aumentar a conscientização e a levantar fundos. Foi absolutamente doloroso, mas tivemos o apoio deles“, desabafou o pai de Lexi.

A Fibrodisplasia Ossificante Progressiva é uma doença que não possui cura, e os cuidados são apenas paliativos. Médicos apontam que a pessoa diagnosticada com FOP provavelmente ficará dependente de uma cadeira de rodas. Cuidados para evitar quedas e lesões também devem ser tomados para que a situação não se agrave.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR