Negociações por acordo emperram, e encerramento da COP26 é adiado para sábado

Protesto em Lausanne, na Suíça, para cobrar compromissos efetivos na COP26Protesto em Lausanne, na Suíça, para cobrar compromissos efetivos na COP26| Foto: EFE/EPA/LAURENT GILLIERONOuça este conteúdo

As negociações na cúpula climática das Nações Unidas para conter o aquecimento global, que deveriam ter terminado oficialmente nesta sexta-feira (12), continuarão neste sábado (13), às 5 horas (de Brasília), quando a presidência da COP26 divulgará uma nova minuta. Fontes ligadas à negociação disseram que a presidência britânica da reunião tentará que o texto seja aprovado pelos 197 países envolvidos na negociação e que sirva para acelerar a descarbonização da economia global.

A reunião de cúpula climática de Glasgow, convocada para construir sobre o Acordo de Paris e representar um marco na transição para a descarbonização do planeta, deveria ter terminado às 15 horas (de Brasília) desta sexta. Posteriormente, o presidente da COP26, Alok Sharma, pretende convocar uma plenária em que os ministros envolvidos nas negociações discutirão o novo texto.

O principal obstáculo nas negociações diz respeito às concessões que os principais emissores e países ricos estão dispostos a fazer em termos de financiamento para que as nações em desenvolvimento enfrentem a mudança climática. Também são problemáticas as referências do texto à eliminação gradual do carvão como fonte de geração de energia e de subsídios de combustíveis fósseis.

xCompartilhe0

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR