Cinco crianças falecem em acidente com brinquedo muito comum para as crianças

Um acidente com um brinquedo muito comum culminou com a perda da vida de cinco crianças, deixando outras feridas. As vítimas estavam brincando em um castelo inflável nesta quinta-feira (16), durante uma celebração escolar de fim de ano em uma instituição de ensino na Austrália.

O brinquedo foi arrastado por rajadas de vento, subindo a uma altura de 10 metros e depois caiu. Até o momento não se sabe o motivo de o castelo inflável ter sido suspenso no ar, uma vez que deve ser considerado o peso do brinquedo e das crianças dentro.

Inicialmente foi constatada a morte de quatro vítimas e outras em estado grave e crítico. “Posso confirmar com tristeza que quatro crianças morreram, quatro estão em condição crítica e uma em estado grave”, informou Darren Hine, chefe de polícia da ilha da Tasmânia.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Crianças perdem a vida em acidente em brinquedo na escola

Os alunos da escola de educação básica do norte da região da Tasmânia estavam celebrando o término das aulas, período de recesso que acontece antes do Natal. O acidente aconteceu durante essa comemoração. Helicópteros e ambulâncias foram enviados ao local para ajudar no resgate e atendimento das vítimas.

A imprensa do país divulgou imagens de policiais aos prantos diante de lonas azuis que estavam cobrindo o local do acidente. Algumas pessoas que estavam no local descreveram tudo como “uma cena muito chocante e angustiante”.

A instituição de ensino convidou os pais e responsáveis dos alunos para colaborarem com a celebração. No evento tinha uma área de jogos, um tobogã, área para artes e atividades manuais, além do castelo inflável que teve o acidente. Assim que tudo aconteceu, a escola emitiu uma mensagem nas redes sociais para que os pais buscassem os filhos com urgência.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR