Liga de rúgbi proíbe transgêneros de competições internacionais femininas

Copa feminina de rúgbi em Odessa, Ucrânia, em abril de 2021.| Foto: BigStockOuça este conteúdo

Seguindo as atualizações nos regulamentos da União Ciclística Internacional (UCI) e da Federação Internacional de Natação (Fina), a Liga Internacional de Rúgbi baniu transgêneros da competição internacional feminina, nesta terça-feira (21). A organização comunicou que precisa avaliar sobre a participação de atletas trans para não gerar riscos às outras atletas.

“Até que mais pesquisas sejam concluídas para permitir que a IRL implemente uma política formal de inclusão de transgêneros, as jogadoras trans não podem jogar em partidas da liga internacional de rúgbi para mulheres”, explica o comunicado.

A IRL informou que trabalhará com as oito nações que competirão na Copa do Mundo da Liga de Rúgbi Feminina para obter dados e criar uma política de transgêneros em 2023. A proposta da organização é “desenvolver um conjunto de critérios, com base nas melhores evidências possíveis, que equilibrem de maneira justa o direito do indivíduo de jogar com a segurança de todos os participantes”.

Conforme destaca o comunicado, a decisão foi influenciada por “vários desenvolvimentos relevantes no esporte mundial”, incluindo uma conclusão do Comitê Olímpico Internacional do final do ano passado de que cabe a cada esporte individual pesar “como um atleta pode estar em uma vantagem desproporcional em comparação com seus pares”.

xCompartilhe0

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR