Israel afirma que já atingiu mais 1,7 mil alvos em Gaza

Israel afirma que já atingiu mais 1,7 mil alvos em Gaza

Soldados da artilharia israelense limpam um canhão em uma área de fronteira do país com a Faixa de Gaza| Foto: EFE/EPA/ATEF SAFADIOuça este conteúdo

Nesta terça-feira (10), o exército israelense anunciou ter atingido mais de 1,7 mil pontos estratégicos do grupo terrorista palestino Hamas na Faixa de Gaza desde o início dos confrontos no Oriente Médio, que ocorreu no último sábado (7).

Os pontos incluem 475 locais de lançamento de foguetes, 73 pontos de combate e direção terrorista, 24 infraestruturas militares estratégicas e 22 alvos subterrâneos, conforme revelou um comunicado militar.

O brutal ataque terrorista do Hamas contra Israel já resultou em mais de 900 mortes no território israelense e em cerca de 2,6 mil pessoas feridas, segundo informações mais recentes. Em Gaza, 687 pessoas já morreram e 3,7 mil ficaram feridas por causa dos bombardeios realizados pela contraofensiva de Israel.

O ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, anunciou nesta segunda-feira (9) um bloqueio total da Faixa de Gaza, privando o território palestino de eletricidade, alimentos e combustível como medida de retaliação.

Ainda na segunda, a emissora israelense Canal 13 afirmou que cerca de 1,5 mil corpos de membros do Hamas foram encontrados em áreas do sul de Israel próximas à Faixa de Gaza. Sem fornecer mais detalhes, o Exército de Israel afirmou ter neutralizado centenas de homens armados do Hamas e da Jihad Islâmica Palestina que se infiltraram no país desde sábado.

Os ataques aéreos de Israel, realizados em toda a Faixa de Gaza, atingiram redutos do Hamas e da Jihad Islâmica Palestina, incluindo entradas de túneis, uma mesquita utilizada como sala de guerra e centros de armazenamento de armas. O grupo terrorista Hamas relatou que os bombardeios resultaram na morte de pelo menos quatro dos cerca de 100 reféns que foram sequestrados pelo grupo islâmico no sábado.

O Exército israelense também confirmou ter recuperado o controle de quase todas as áreas tomadas por combatentes palestinos em seu território, alertando, no entanto, que ainda pode haver mais terroristas escondidos nelas. (Com Agência EFE)

Deixe sua opinião

Compartilhe a sua opinião! Conte-nos porque você se sentiu assim. Envie um comentário.

Mais matérias que causaram reações nos leitoresAtualizado às

Encontrou algo errado na matéria?comunique errosSobre a Gazeta do PovoxSobre a Gazeta do Povo

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR