Não é só Touro! Descubra quais são os 6 signos mais gulosos do Zodíaco

Não é só Touro! Descubra quais são os 6 signos mais gulosos do Zodíaco Reprodução: Alto Astral Não é só Touro! Descubra quais são os 6 signos mais gulosos do Zodíaco

Os signos possuem suas características e tendências particulares, alguns, se pudessem, passariam o dia inteiro comendo. Já para outros, comer não vem como um impulso tão forte . Saiba quais são os 6 signos bons de garfo na hora de alimentar:

Sagitário

Esse signo não passa vontade. Como em quase tudo na vida, a pessoa sagitariana exagera na hora de comer e quer provar de tudo. Em restaurantes por quilo, costuma ser esbaldar e sair bem satisfeita.

Touro

O taurino só perde para Sagitário porque é mais equilibrado. No entanto, é famoso por se alimentar com vigor. Se deixar perto de um taurino um pote cheio de bombons e outras guloseimas deliciosas, não vai sobrar nada! Além disso, costumam ter boas habilidades na cozinha.

Escorpião

Misterioso e intenso, esse signo não gosta de demonstrar o que sente e, por isso, às vezes acaba descontando os problemas na comida. Dessa maneira, quem tem esse como seu signo solar, costuma caprichar nas refeições ou no doce .

Você viu?

Leão

Como esse signo é um luxo só e adora chamar a atenção de todos, quer sempre uma mesa extravagante e cheia de gostosuras. Então, é muito fácil para ele perder a medida nas refeições e acabar comendo mais do que realmente precisa.

Câncer

A pessoa deste signo prefere guloseimas caseiras e comidas gostosas, preparadas com muito carinho. Tem uma relação emocional com a alimentação, se a comida for de alguém que gosta, tende a repetir várias vezes o prato. Além disso, come para comemorar datas felizes ou quando está triste também.

Peixes

Não está entre os mais gulosos, mas também pode sonhar com comidinhas especiais que fazem a boca encher d’água. No meio da dieta, encontra dificuldades em evitar comer um doce ou pode atacar a geladeira na madrugada. Em sua consciência, se alterna entre gula , satisfação e culpa.

Referência: João Bidu

Fonte: DELAS.IG.COM.BR