Após dezenas de vítimas, população aprende a evitar “golpe do WhatsApp” e número de denúncias cai em Cerejeiras

 
Número de tentativas dos golpistas, porém, aumentou
 
Até que enfim a população cerejeirense está aprendendo, aos poucos e depois de muitas vítimas, a lidar com o chamado “golpe do WhatsApp”.
 
Num dos golpes digitais mais comuns que existem, a vítima tem uma foto extraída de uma rede social e a imagem é utilizada num novo número do aplicativo de mensagens. O golpista, então, envia mensagens para os contatos do verdadeiro dono do aparelho, com o aviso “oi, sou eu, troquei de número” e em seguida pede dinheiro emprestado, quase sempre via depósito bancário, fazendo então uma outra vítima.
 
Muitas pessoas caíram neste golpe em Cerejeiras e perderam dinheiro, pensando se tratar de um contato real de parentes e amigos.
 
Agora, porém, a população parece ter desenvolvido um “sistema imunológico” para identificar e evitar este tipo de golpe digital.
 
Segundo o delegado Mayckon Pereira, da delegacia da Polícia Civil de Cerejeiras, os casos de denúncias de golpes do WhatsApp caíram no município.
 
No entanto, se por um lado houve queda no número de denúncias, por outro lado está havendo mais tentativas de golpe pelo aplicativo de mensagem. Só que, ao que parece, os bandidos estão conseguindo bem menos êxito.
 
 
 
 
 

Fonte: FOLHADOSULONLINE.COM.BR