Infarto fulminante mata comerciante vilhenense em Candeias do Jamari; Itacir era fundador do restaurante “Picanha na Chapa”

 
Familiares ainda tentaram reanimação, mas Itacir chegou sem vida a unidade de saúde
 
Um infarto fulminante provocou a morte, nas primeiras horas da manhã deste domingo, 27, do comerciante vilhenense Itacir Souza de Oliveira. Ele tinha 53 anos e passou mal num sítio próximo à cidade de Candeias do Jamari.
 
De acordo com um familiar do comerciante, ele estava em companhia da esposa e de outros parentes, quando infartou. Os familiares ainda tentaram reanima-lo, mas Itacir chegou sem vida à unidade de saúde em Candeias do Jamari, para onde foi levado.
 
Um dos fundadores do tradicional restaurante “Picanha na Chapa”, Itacir também era dono de uma pousada às margens do rio Guaporé, em Pimenteiras do Oeste, além de atuar no comércio de veículos.
 
O corpo do empresário será trazido para Vilhena, onde será realizado o sepultamento.
 
 
 

Fonte: FOLHADOSULONLINE.COM.BR