Esposa de sargento da PM em Rondônia, que faleceu de infarto em março deste ano, também morre em cidade de Mato Grosso do Sul

Meuquizedeques Oliveira do Carmo sofreu infarto fulminante

A professora aposentada Enita Santiago, de 60 anos, esposa do sargento da Polícia Militar Meuquizedeques Oliveira do Carmo, conhecido como “Sargento Melki”, que FALECEU em março deste ano, morreu no início da tarde de ontem (domingo, 31), em Dourados, no Mato Grosso do Sul.

Enita se mudou para Cabixi, onde mora uma filha, após a morte do marido. Depois ela viajou para Dourados, onde mora um casal de filhos, e lá adoeceu.

Não foi divulgado o que causou a morte da esposa do sargento. Mas familiares afirmam que ela tinha sido internada dias antes com um quadro clínico que se assemelha a uma pneumonia. Porém, depois os médicos constataram uma meningite, doença que constou no Atestado de Óbito.

O sargento da PM morreu no dia 31 de março, em Cerejeiras, de infarto fulminante. Ele foi sepultado em Cerejeiras (LEMBRE AQUI). A aposentada será sepultada em Dourados, nesta segunda-feira, 01.

Fonte: Folha do Sul
Autor: Rildo Costa