OPERAÇÃO PADROEIRA: Delegacia da Mulher faz operação e prende agressores com armas e munições

Rondoniaovivo

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher – Deam, deflagrou na manhã desta quinta-feira(19) mais uma operação em combate a violência doméstica na capital de Rondônia.

  A ação policial denominada Operação Padroeira, resultou na prisão de 05 (cinco) investigados, apreensão de duas armas de fogos e dezenas de munições.   A operação foi iniciada no início de maio e continuará em andamento até o final deste mês. Na manhã de ontem, os policiais do Serviço de Investigação e Capturas – Sevic da Deam/PVH cumpriram mais um Mandado de Busca e Apreensão e apreenderam uma arma de fogo, tipo garrucha.     O investigado de violência doméstica, recebeu voz de prisão em flagrante delito por posse ilegal de arma de fogo e foi encaminhado à Delegacia para providências cabíveis.

  As investigações estão sendo presididas pelos Delegados Adjuntos David Wisney Bezerra Guedes e Ingrid da Silva Brito Brandão e pela delegada titular da Delegacia da Mulher, Amanda Ferreira Levy.

    A autoridade policial alertou que “todo e qualquer ato abusivo e criminoso praticado contra a mulher deve ser denunciado pela própria vítima e ou em anonimato em qualquer unidade de Polícia, mas também através da Delegacia Virtual e ou disque 197, devendo ser fornecidos o máximo de dados de qualificação das partes, em especial os prefixos de contatos telefônicos da vítima e do agressor para viabilizar a celeridade no atendimento.

Sugestão de Pauta Direito ao esquecimento Reportar Erro

Você concorda que os vereadores de Porto Velho continuem atuando online, mesmo com a queda nos casos de covid-19?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

Aos leitores, ler com atenção

Este site acompanha casos policiais.

Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

Fonte: RONDONIAOVIVO.COM