DESMENTIU: Amado Batista se desculpa com filho de Lula, após compartilhar fake News

Amado Batista se retratou publicamente com Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, filho do pré-candidato a Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores.

O cantor e o filho do político entraram em acordo nesta semana, em ação que corre no Tribunal de Justiça do Pernambuco. O artista era alvo de queixa-crime por injúria.

 

As informações são de Mônica Bergamo, colunista da Folha de S. Paulo.

No ano passado, ele afirmou que Lula e seus filhos praticaram roubo durante os governos petistas. A fala se deu em entrevista no programa Frente a Frente, na Rede Nordeste de Rádio. No mesmo programa, ele fez insinuações a respeito de um dos filhos de Lula, dizendo que ele seria latifundiário. “É só ir pro Pará, lá pro Mato Grosso, para vocês verem. Ao vivo e a cores”, alegou o cantor.

      Na retratação, Amado Batista diz que atribuiu “graves ofensas” a Lulinha e pede desculpas por ter espalhado fake news de que ele “teria enriquecido de forma ilícita”.

“Apesar de ter dito que Fábio Luís Lula da Silva seria latifundiário e dono de cabeças de gado no Mato Grosso e no Pará, reconheço que essa Informação chegou ao meu conhecimento a partir de meros boatos irresponsavelmente difundidos na sociedade”, diz ele, em um trecho do pedido de desculpas.

      Após o pedido de desculpas, a punição pelo crime de injúria foi extinta e o Ministério Público se manifestou pelo arquivamento do caso.

Ambas as partes do processo querem que a Justiça determine que a retratação seja veiculada no canal do YouTube Blog do Magno, onde as afirmações caluniosas foram publicadas pela primeira vez.   <span style="font-size

Fonte: RONDONIAOVIVO.COM