Covid-19: 'fungo negro' encontrado na Índia existe no Brasil, especialista diz se é preciso se preocupar

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Um médico ressaltou que a mucormicose, conhecida popularmente como fungo negro, tem assolado a Índia em meio ao caos instalado com a pandemia do coronavírus. “Um pesadelo dentro da pandemia”, foi assim que um profissional de saúde definiu o grande número de casos da doença, que tem mutilado pacientes recuperados da Covid-19.

O fungo negro mata mais de 50% dos acometidos pela enfermidade. Muitos dos pacientes necessitam passar por procedimentos cirúrgicos mutilantes para poder retirar partes do corpo que são afetadas pelo micro-organismo, como os olhos por exemplo. “A mucormicose não é algo que vai se espalhar pelo mundo“, diz o infectologista Flávio de Queiroz Telles Filho, que é professor da UFP – Universidade Federal do Paraná.

De acordo com o especialista, o fungo negro tem baixo potencial de perigo e isso pode ser explicado por dois motivos.  Primeiramente, esses fungos já são conhecidos e estudados desde o fim do século 19; e, em segundo lugar, já são parte do ambiente e circulam livremente pelo mundo, inclusive no Brasil.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Os fungos são parte da natureza e as espécies são bem diversas, podendo ser achadas em tamanhos e formatos diferenciados. Para quem não sabe, o cogumelo é um tipo de fungo, assim como aquele bolor verde ou cinza que surge na superfície de alimentos em estado de decomposição.

A verdade é que o fungo provoca estragos somente em poucas pessoas e isso vai depender da condição de saúde de cada um. De acordo com o especialista, problemas graves causados pelo fungo negro pode ser facilitado por algumas condições, como as pessoas com saúde mais fragilizada.

O Brasil precisa se preocupar com o fungo negro?

Esse é o grande medo de muitas pessoas, mas até o momento o país não tem nenhum registro de pacientes com mucormicose após uma infecção da Covid.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR