Banimento de Trump no Facebook pode ser vetado por comissão; entenda

Unsplash Facebook passa decisão para conselho

A decisão do Facebook de  banir Donald Trump por tempo indeterminado  será avaliada pelo conselho de supervisão da rede social. Estabelecido no ano passado , o conselho pega casos relacionados à moderação de conteúdo, e suas decisões não podem ser discutidas por ninguém, nem mesmo o CEO Mark Zuckerberg .

Na ocasião do banimento de Trump, Zuckerberg disse que “os riscos de permitir que o presidente continue a usar nosso serviço são simplesmente grandes demais”. Agora, o vice-presidente do Facebook, Nick Clegg , passou a revisão da decisão para o conselho. 

“Acreditamos que nossa decisão foi necessária e certa”, disse Clegg em um comunicado. “Dada à sua importância, achamos que é importante para o conselho revisá-la e chegar a um julgamento independente sobre se ela deve ser mantida”.

O próprio órgão também publicou uma nota aceitando pegar o caso. “O Conselho de Supervisão tem acompanhado de perto os eventos nos Estados Unidos e a resposta do Facebook a eles, e o Conselho está pronto para fornecer uma avaliação completa e independente da decisão da empresa”, diz o comunicado do conselho de supervisão.

Você viu?

Clegg aproveitou a oportunidade para voltar a pedir mais decisões por parte do governo , tirando a responsabilidade das mãos de quem controla as redes sociais .

“Todos os dias, o Facebook toma decisões sobre se o conteúdo é prejudicial, e essas decisões são tomadas de acordo com os padrões da comunidade que desenvolvemos ao longo de muitos anos. Seria melhor se essas decisões fossem feitas de acordo com as estruturas acordadas por legisladores democraticamente responsáveis. Mas, na ausência de tais leis, existem decisões que não podemos evitar”, afirmou.

Fonte: TECNOLOGIA.IG.COM.BR