Facebook e Instagram atualizam política de privacidade; o que muda?

Unsplash/Kate Torline Instagram e Facebook mudam política de privacidade

A Meta anunciou nesta quinta-feira (26) que está mudando a política de privacidade do Facebook, Instagram e Messenger. Os usuários estão sendo notificados a respeito das novas regras sobre a coleta de dados, mas a nova política começa a valer apenas em 26 de julho.

De acordo com a empresa, a nova política de privacidade é uma versão mais acessível da antiga, dando mais exemplos e tornando as informações mais simples de serem entendidas pelos usuários.

As regras, porém, não vão mudar. A Meta afirma que Facebook, Instagram e Messenger não poderão coletar ou tratar dados de seus usuários de forma diferente do que já vinha sendo feito anteriormente.

“Embora o texto esteja diferente em algumas partes, a Meta não coleta, usa ou compartilha seus dados de novas maneiras com base nesta atualização da política e não vende suas informações”, declarou Michel Protti, Diretor de Privacidade da Meta.

Além da política de privacidade, os termos de serviço das plataformas também serão modificados a fim de absorverem as mudanças no primeiro documento.

“As atualizações que estamos anunciando hoje são inspiradas pelo feedback de especialistas em privacidade, legisladores e usuários dos nossos serviços. Nosso objetivo é atualizar nossa Política de Privacidade com mais frequência à medida que continuamos aprendendo quais áreas podemos melhorar”, afirmou Protti.

No início do mês, o  Twitter também anunciou que reformulou sua política de privacidade  para que os usuários a compreendam melhor. As gigantes de tecnologia afirmam que têm o objetivo de auxiliar os usuários mas, na verdade, essas mudanças são demandadas por leis em vários países. No Brasil, por exemplo, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) obriga que empresas peçam consentimento para coleta e uso de dados dos usuários de forma acessível.

Fonte: TECNOLOGIA.IG.COM.BR