Destinos dos famosos: a história e as belezas naturais de Porto Seguro

Reprodução / Instagram Com praias paradisíacas e cenários deslumbrantes, Porto Seguro é o destino dos famosos.

Resumo

Porto Seguro, na Bahia, tem praias que não devem nada aos cenários caribenhos, roteiros históricos e uma infinidade de opções para o turista. Não é por acaso que é um dos lugares mais procurados pelos brasileiros que desejam viajar de férias. Desse modo, o destino oferece praias badaladas, extremamente requisitadas em viagens de formatura, assim como locais desertos, ideais para quem quer descansar em um local tranquilo. 

A cidade, que está distante cerca de 707 km de Salvador, faz parte da Costa do Descobrimento, região em que os portugueses aportaram pela primeira vez quando chegaram ao Brasil. Por isso, é um local que compreende importantes monumentos históricos, tais como igrejas e capelas. É o caso da Igreja Nossa Senhora da Pena, erguida no século 16, e o Marco do Descobrimento, trazido pelos colonos em 1503.


Além disso, Porto Seguro possui algumas das praias mais belas do Brasil. Caraíva, por exemplo, era uma antiga vila de pescadores, ainda mantendo o clima rústico e sossegado. Há também Trancoso, distrito repleto de resorts de luxo, ambientes desertos e pousadas intimistas. 

Outro ponto que merece destaque é Arraial d’Ajuda, que apresenta uma sofisticada infraestrutura: as praias são bem equipadas com barracas, com comidas e bebidas. No mais, o local também é sede de eventos, como casamentos e festas. Porto Seguro tem tantos atrativos que foi o destino escolhido por famosos como Cesar Tralli, Ticiane Pinheiro e Isabella Santoni.

Como chegar a Porto Seguro?

O Aeroporto de Porto Seguro é a principal porta de entrada para os turistas oriundos de outros estados ou países. Ele fica próximo ao centro, e por lá pousam aviões das maiores companhias aéreas brasileiras, como Gol, Latam e Azul. Passagens aéreas saindo de São Paulo, por exemplo, variam em torno de R$ 1,8 mil.

Leia Também

O que fazer em Porto Seguro?

(Continue a leitura logo abaixo)

Leia Também

Leia Também

Centro Histórico

Em 1973, o Centro Histórico de Porto Seguro, um dos primeiros do país, foi tombado como patrimônio pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Já em 2000, a Unesco registrou a vila como Patrimônio Natural da Humanidade. O local orgulha-se por guardar resquícios das primeiras experiências coloniais da história brasileira.

Essa região também é conhecida como Cidade Alta, justamente por estar na parte mais elevada de Porto Seguro. Ao caminhar pelas ruas de pedras do local, pequenas e estreitas, o turista será levado a conhecer verdadeiramente como os habitantes do período colonial viviam. 

É no Centro Histórico que está situada a primeira igreja construída no Brasil, a Igreja Nossa Senhora da Misericórdia, que data de 1526. Há também a Capela de São Benedito, erguida pelos jesuítas em 1551, além da antiga Casa de Câmara e cadeia, que hoje abriga o Museu de Porto Seguro. O acervo do museu é dedicado a revelar a vida dos indígenas antes da chegada dos portugueses, contando com artefatos de diferentes tribos. 

Coroa Vermelha

A praia Coroa Vermelha é caracterizada pelas águas calmas, sem ondas, que formam piscinas naturais durante a maré baixa. Nela, é possível encontrar o marco da primeira missa celebrada no país. Para os amantes de natureza e vida marinha, existem agências que disponibilizam passeios de escuna, levando os visitantes para conhecerem os recifes e para realizarem mergulhos.

A tradição indígena é fortemente preservada na região, casa de várias famílias da tribo Pataxós. Artefatos da cultura indígena e itens de artesanato são comercializados em feiras abertas, um dos principais meios de subsistência dos povos que residem ali. Na Reserva da Jaqueira o turista tem a oportunidade de entrar em contato com os hábitos, religião e cultura dos nativos. 

Praia do Espelho

A Praia do Espelho chama a atenção principalmente pelas piscinas naturais, falésias coloridas e vasta área de natureza. As praias desertas, pousadas e restaurantes ao pé da areia convidam o turista a descansar e aproveitar momentos de tranquilidade. A culinária local não deve ser esquecida, com aperitivos como isca de peixe, moqueca de peixe e peixe assado na telha. 

Fonte: TURISMO.IG.COM.BR