Mãe e filha de 5 anos são encontradas mortas após canoa virar

Uma mulher e sua filha perderam a vida nesta semana após um trágico episódio. As duas acabaram se afogando depois que a canoa na qual estavam afundou, no Rio Parnaíba, em Antônio Almeida, Sul do Piauí.

De acordo com relatos de testemunhas, Julianne Bezerra Magalhães, de 36 anos de idade, foi resgatada com vida por seu companheiro após a embarcação virar, porém, ao ver que a filha não havia sido trazida para a margem do rio, retornou à água na tentativa de salvar a menina, de cinco anos.

Depois de mergulhar à procura da criança, identificada como Maria Júlia, Julianne não retornou para a superfície. Junto com as vítimas, estava também Fernanda Pereira dos Santos, que era babá da filha de Julianne.

A jovem, de 18 anos de idade, até o momento não foi encontrada.

A canoa, que transportava 11 pessoas, afundou na tarde do último domingo (17/10). O corpo de Julianne e da menina foram encontrados nesta segunda-feira, após equipes de resgate realizarem buscas na região onde a canoa virou.

Jocilene Araújo e Elissandra Barros Siqueira também estão entre as vítimas fatais do incidente. Outros seis tripulantes puderam ser encontrados com vida depois que a canoa virou.

A identidade dos sobreviventes também foram divulgadas, são eles: Dárcio saraiva Martins (marido da Julianne e pai da Maria Júlia), Marcos Túlio Borges de Oliveira, de 14 anos, Valdimar Borges dos Santos, Monalisa Barros de Oliveira, de 16 anos, Mariane Barros Borges, de 5 anos e Maria Hortenir Borges dos Santos

Jamila Martins, funcionária da Secretaria de Saúde de Antônio Almeida, afirmou que pessoas que testemunharam o acidente contaram que após a água começar a entrar na embarcação, um dos responsáveis teria pedido para que algumas pessoas fossem para a parte de trás da canoa, porém muita gente foi e ela virou. O Corpo de Bombeiros permanece realizando buscas.

i7 News